Início

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O Segredo de Eva - Resenha


O Segredo de Eva
Autor: Aguiar,  Adriana Vargas de.
Editora: Modo

Sinopse:

Eva, estranha e antissocial, descobre grandes tragédias íntimas, desvendando os mistérios sobre seu amor clandestino e o verdadeiro valor da amizade pelos amigos que lhe ensinaram a viver. Ela guarda, a sete chaves, um segredo que poderá mudar, não somente a sua vida, mas a vida de todos a sua volta. O destino das pessoas que ama, está em suas mãos.

Resenha:

Há algum tempo queria adquirir um dos livros da autora Adriana Vargas, e quando soube do lançamento de sua ultima obra decidi que seria por ele que começaria. Entre idas e vindas e o desencontro que me irritou quando não pude estar no lançamento de seu livro na Bienal de São Paulo (fui à semana anterior), com muita delicadeza ela me enviou um exemplar autografado.

 Aliás, gentileza e delicadeza são dois sobrenomes dessa autora que mesmo não tendo a menor noção de minha existência tratou-me como se fosse sua vizinha de porta. E olha que moro a mais de 1200 km de distância dela!

A história de Eva definitivamente desperta em nós instintos e memórias adormecidas. É impossível não se identificar em algum momento com um ou mais dos sentimentos que a rodeiam. Desde a amizade leal para com seus amigos, o medo de conviver com uma pessoa capaz de partir dessa vida de um momento para o outro, até o triste infortúnio de amar desesperadamente, a ponto de perder as noções da razão e sucumbir à dolorosa onda de tristeza que esse amor pode trazer.

  “Não negarei minhas razões, somente a mim pertencendo, flagrada em um sofrimento impotente, surreal, para admitir tantas coisas que eu gostaria que fossem possíveis e não são. Pelo simples fato de não poderem alimentar meus caprichos. Planejaria um crime perfeito e seria capaz de pagar a pena, após uma noite toda dormindo sobre seu corpo inerte, amarrado”... (Pag. 127)

Penso se existe uma mulher que já viveu um amor, correspondido ou não, que nunca tenha tido esse tipo de pensamento ao menos uma vez na vida. Adriana fez um coquetel de sentimentos que muitas pessoas jamais gostariam de professar. Sua Eva nos descreve sublimemente, em algum momento, a todas nós! E digo o mesmo aos meninos que são ainda mais impassíveis de admitirem suas emoções.

Senti raiva, impotência, loucura, paixão, desejo, e compaixão. Muita compaixão pela grandiosidade que os personagens me afetaram. Chorei horrores quando terminei de ler, e depois de uma semana voltei ao livro com mais calma e finalmente percebendo o quão grande são os valores de amizade, respeito e amor que a história nos conta.

A trama vai tecendo seus fios e nos prendendo a cada nova página. É palpável a presença viva dos personagens e principalmente da protagonista que carrega em si uma essência feita por pedacinhos e mais pedacinhos de sonhos, amores e dores. É como se Eva estivesse viva ao nosso lado, nos soprando ao ouvido suas agruras.

Particularmente, não sei se conseguiria ter o sangue frio que Eva conseguiu ter, mesmo em momentos que achei que ela sucumbiria ao desespero e tornaria o final de sua desventura ou aventura, dependendo da opinião de cada individuo, um ato de redenção. Até nisso ela me surpreendeu! Foi mais forte e mais soberana do que eu imaginaria ser capaz de ser!

Eva, Cris, Tom marcaram minha sanidade e estão na minha lista de personagens inesquecíveis.
Faço um convite sincero a cada leitor apaixonado que se entregue a Eva e a deixe conduzi-lo aos seus sentimentos mais obscuros. Sim, existe uma parte de nós que Eva conhece, ela entenderá, ela já esteve lá...

Lu. Franzin





*Nota. - Todas as resenhas expostas nesse blog são de minha autoria e responsabilidade, elas expressam a “minha” opinião pessoal a respeito dos livros lidos. Não é meu interesse denegrir a imagem de nenhum autor, e nem influenciar os novos leitores de maneira negativa ou positiva a adquirirem ou se absterem de alguma obra.



3 comentários:

  1. Obrigada minha flor!
    Ainda bem que agora o lindo é blog é oficial!
    Adorei a resenha! It's perfect!
    Um grande beijo,
    Adriana.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a resenha... parabéns!
    eu ainda não li o livro mas não vejo a hora de ter o meu!
    bjs

    www.leituradeouro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a resenha, eu amei o livro e é interessante como cada um expressa sua impressão do livro, a Eva é intensa e fica impregnada em nós... Né? Assim como vc disse no final inesquecíveis!
    Bjs
    http://mundoliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postagens ofensivas com palavras vulgares serão excluídas.