Início

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Medo do Escuro - e outras histórias. - Resenha



Medo do Escuro – e outras histórias.
Autor: Maud Epascolato
Editora: Modo
Categoria: Literatura Brasileira / Ficção / Suspense  

Sinopse:

Você tem medo do escuro? Acredita no desconhecido? O suspense e o mistério irão levá-lo para a escuridão, onde o sobrenatural rivaliza com a incredulidade humana, mostrando que nem tudo o que desacreditamos é obra de nossa imaginação. Prenda a respiração. Apavore-se. Desoriente-se, pois escapar pode parecer impossível... Mergulhe no suspense e deixe que a leitura o leve – página a página – ao aterrador final.

Resenha:

Bem, essa é a minha estreia em resenhas inéditas. Digo isso, pois o livro da Maud Epascolato está previsto para lançamento em 2013, para a próxima Bienal do Livro que acontecerá no Rio de Janeiro. Confesso que me senti lisonjeada com o convite da autora, e um tanto temerosa. E se eu não gostasse do livro? E se a escrita me desagradasse? Se por um lado não queria ferir o empenho e trabalho da autora, por outro também não poderia mentir ou omitir a minha opinião sincera a respeito da obra.

E o mais agravante ainda é o fato de que obras de cunho “medo”, literalmente me dão medo!!

Evito-as ao máximo, corro de filmes de suspense e terror e deixo uma luz acesa no corredor da minha casa a noite toda só por garantia! Garantia de que? Não me perguntem...

Mas o fato é que decidi encarar esse desafio e devo dizer, antes de continuar, que troquei a luz do corredor por uma mais potente depois dessa empreitada.

O livro é composto de nove contos com nomes que não remete o leitor a supor o que está por vir. Quem acreditaria que um conto de titulo Um Homem no Espelho, pudesse causar certo receio a essa leitora que vos fala, em encarar mais demoradamente esse objeto de uso totalmente indispensável a minha natureza feminina?

A obra em si, não se trata de um terror pesado, com psicopatas assassinos extremamente cruéis ou com criaturas sobrenaturais dotadas de poderes maléficos em busca de vingança ou apenas diversão em destruir dolorosamente um ser humano. Não é essa a linha de segmento da autora.

O teor assustador da obra é de cunho psicológico. Um misto tenro de temas tão reais quanto possíveis, trata-se do medo humano, das experiências que ouvimos falar ou até presenciamos em algum momento de nossas vidas. E essa verdade é o que mais deixa o leitor preso e ansioso pelo próximo conto.

A forma como os textos estão organizados, me refiro à ordem em que nos são apresentados, vai preparando o leitor pouco a pouco para o que está por vir. E a cada novo virar de página, nos tornamos personagens ativos ou observadores desse thriller psicológico, que nos obriga a ficarmos atentos a uma sombra, som ou movimento inesperado a nossa volta.

Não deixo mais a porta do armário entreaberta, nem encaro tão fixamente a imagem que se reflete no espelho, vasculho os quartos antes de dormir procurando não sei o que, e definitivamente aboli meu gosto por flores de papel...

Ao leitor que se interessa pelo assunto, medo e suspense, e não quer um texto sanguinário recomendo Medo do Escuro, seu conteúdo nos remete a pensar se o que vivemos ou presenciamos, e até ouvimos falar pode ou não ter seu fundo de verdade.

Em suma, me pego presa num dilema desconcertante: não consegui decidir se a obra é totalmente ficção, ou se a realidade está escondida minuciosamente entre os parágrafos de cada conto, da autora Maud Epascolato.


Lu. Franzin

*Nota. - Todas as resenhas expostas nesse blog são de minha autoria e responsabilidade, elas expressam a “minha” opinião pessoal a respeito dos livros lidos. Não é meu interesse denegrir a imagem de nenhum autor, e nem influenciar os novos leitores de maneira negativa ou positiva a adquirirem ou se absterem de alguma obra.